Agalope
Ê sacode a poeira
Imbalança
Imbalança
Imbalança
Imbalançá
Cheiro forte de aguardente misturado com o suor
Roupa nova, maltrapilha, mão de lixa, calo só
Documentos de quem sabe qual o gosto do pior
E se armou de paciência pra desatar esse nó

Caminhando companheiro irmandade enquanto avança
Sempre em frente com a semente que alguém deu em confiança
Preparando o terreno pra manter esta esperança
Amorosa atitude de criar uma criança

Ê sacode a poeira...etc.

Pela viva, dia a dia, passo firme que não falha
Consciência na canção que sempre aquece a quem trabalha
Corações entrelaçados nas vigílias das batalhas
Esmeril cortando o aço do corte desta navalha

Ê ê ê ê
Sacode a poeira nêgo
Eu já 'tou com o pé na estrada
Qualquer dia a gente se vê
Meu pai grande.
 

Login do Usuário

Usuários Online

Nós temos 29 visitantes online

Estatística

Visualizações de Conteúdo : 113130